quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Legados

OK, a idéia de Framework já é antiga, será que nossos avós com o Mainframe, Clipper e Visual Basic não pensaram nisto também?
Nos sabemos que o dia a dia em ambientes complexos é gasto com muito software legado e integrações mirabolantes, onde olhamos para softwares antigos construídos com ou sem padronização.

Vamos falar a verdade, nossa solução tecnológica está também fadada a virar legado também. Não é mesmo?
Então qual é o nosso objetivo principal? Atender o cronograma com prazos impossíveis e ainda ter algo robusto de qualidade?

Olhe para aquele sistema feito em Visual Basic 6, Clipper, Cobol, etc e pense na pergunta abaixo:

P: Clientes compram um framework ou compram resultados?

R: Por mais que você ache lindo, modelado e super moderno, os clientes não compram seu maravilhoso framework. Eles querem o software o melhor implantado possível.
OK, só que somos nós engenheiros que vamos ter que manter esta estrutura no ar por anos e anos... E sem um padronização nesta construção, ficará muito custosa nossa tarefa em realizar modificações inevitáveis no ciclo de vida deste produto.

Por isto, use Framework, pense 1000 vezes antes de construir um, pois pense que você poderá estar criando algo, que no futuro não tão distante não haverá aplicabilidade pois os cenário mudou.

Se o seu framework foi reaproveitado em novos projetos, OK vá em frente.

Mas estipule medidas e deixe elas claras para a empresa e seus clientes.
Pois seus clientes, seu chefe irão comprar resultados e não Designer Patterns

Não se assuste, esta empreitada é para quem tem competência e coragem.
Postar um comentário