quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Óbvio Ululante

Peço que se tiver curiosidade, por favor procure mais sobre o pai da expressão "Óbvio Ululante de 1950"  Nelson Rodrigues. Peço emprestado o termo e aqui, digo..Todos os dias eu passava por frente de uma Universidade, uma biblioteca.. totalmente cego... E lá estava a resposta....Alunos aos montes... colegas futuros engenheiro, wifi grátis para pesquisa (abençoada seja o wifi grátis para opensource) e um biblitoeca recheada de livros e funcionando até as 22:00.Santo Grall, livros, técnicos, esotéricos... uma felicidade só...Será que eu estava sonhando?  Aquele entrava entre o ponto de ônibus e meu local de labor, era a minha ex casa... a PUC PR... local onde iniciei a Engenharia da Computação e que por direito ex aluno poderia frequentar a biblioteca!Eu simplesmente, peguei meu Netbook, bootei meu Linux e acessei a internet... conectei meu compilador, eu tinha pego aletaroriamente uma mesa. e lá estava ele me esperando...Um livro de estrutura de dados em C++....Coincidência? Não.Providência.:-)
x
Postar um comentário