quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Global Game Jam

As inscrições foram abertas....

Alguns malucos do nada, chegaram e pediram minha opinião se eu quero ou não participar da Global Game Jam.

Hum eu prefiro ir mesmo lá, ver com os próprios olhos, verificar o trabalho do pessoal e realmente ver o que é bom ou não.

Semana passada, ou retrasada eu realmente não me importo com a data, fui num Code Dojo com um colega, lá o pessoal começava do básico algo em torno de 1 hora para programar em Python.

Ambiente muito tímido, descontraído, mas no final das contas... era um Coworking... onde vc tem q pagar horas para trabalhar lá... Olha, sinceramente... pagar para ir para um lugar estudar? Com licença capitalismo, existem outras opções... será que eu vou ter pagar para ser criativo?

Bom o lugar é bacana descolado, mas no fim das contas, não encontrei muita privacidade. E meus dados trafegam por onde? Quem pode roubar minhas idéias? e colocar seu nome por ai..

Nem todos tem ética, nem todos tem realmente algo de bom para compartilhar e podem sim ser sangue sugas..

Tenho lido OSHO que um amigo Indiano trouxe, e realmente compartilhar com os outros informação faz realmente muito bem para gente, mas temos que respeitar o livre arbítrio das pessoas querem ou não compartilhar as coisas.

Eu gosto de compartilhar, trocar idéias, mas no fim das contas o importante é meter a mão na massa.

Python é um linguagem bem interessante, mas ainda não tive necessidade real de usar ela em algum projeto pois não estou desenvolvendo projetos.

Eu preciso primeiro dominar toda a linguagem e ver que ambiente eu posso ou não usar.

Pode ser que a linguagem de scripts de programação de jogos possa ser o Python, Lua, não sei...

Eu to muito curioso para ir aGlobal Game Jam e ver com meus próprios olhos o que realmente tem dado resultado prático.

O mundo ideal teórico e o prático são bem diferentes.

Bacana o espaço do coworking, mas quando o assunto é dinheiro, eu prefiro muito mais pagar um café num cyber café como agora, e  blogar algo do que ter q ir para um lugar.. no meio do centro de difícil acesso.

As coisas tem q acontecer normalmente pela própria natureza.

Tem a gente que pensa que nos engana, mas está enganando a si mesma.

Siga o seu perfil, faça as coisa que te fazem bem, e respeite sua opinião, crie, a energia vai transbordar e naturalmente você vai encontrar seu iguais.


Olha, se você não conhece Osho você é livre para ler, ou não, depende de você.

Não procure a verdade, apenas entenda, não pense, sinta.

Tenho procurado, com meus filhos ensinar valores através do exemplo e dar o livre arbítrio, que engraçado as vezes alguém sem experiência falar sobre coisas que não sabe.

:-) Como eu realmente não sei nada, eu prefiro viver as experiência e contar a minha humilde percepção.

O que mais temos que investir é sim... na nossa percepção.

Encerro por aqui hoje.

"Namastê"
Postar um comentário